Sonhando com um deserto

 

SONHANDO COM UM DESERTO

 

 

Alguém postou, alguém escreveu, mas não conseguimos chegar a um nome a quem pudéssemos dar os créditos para este artigo. A coisas aparecem imprecisas na internet e, muitas vezes, mesmo que queiramos honrar o autor, não conseguimos.

Este artigo foi postado em ronaldoluisfreitas@gmail.com, tendo o nome Franciele Luz abaixo. Procuramos pessoas com esse nome, mas só encontramos uma garota que costuma exibir o seu corpo de uma forma bastante contraditória. 

Assim, optamos por divulgar esse bom artigo acompanhado da expressão “Autor desconhecido”.

 

RESTAURA, SENHOR!

 

Em sonho, Deus me levou a um deserto chamado Neguebe e vi algo que mudou minha vida. 

Mas antes de contar este sonho, preciso dizer que na última terça-feira eu estava num culto e o pastor pregava sobre prosperidade e bens materiais. Muitos irmãos vibravam enquanto ele dizia: "Você não andará a pé a vida toda! Seu carro está sendo fabricado!". Ouvindo essas coisas o povo bradava feliz: "Glória a Deus!"

Por fim o pastor disse: "Irmãos, Jesus está voltando!". Nessa hora meu coração vibrou e eu gritei "Glória a Deus!" tão alto que só percebi a intensidade quando todos me olharam, pois estava silenciosos. Eu havia sido a única pessoa presente a glorificar Jesus pelo anúncio da Sua volta. 

Neste momento me senti triste, pois percebi que as pessoas tratam Deus como se fosse um negociante: Só querem as bênçãos, mas não conhecem o Deus verdadeiro que deu Seu Filho para morrer em nosso lugar.

Voltando ao sonho, eu estava em um deserto chamado Neguebe, e sei que era lá porque no mesmo sonho haviam me informado sobre o nome desse lugar. Lá, neste deserto, vi vários cristãos com bíblias e outros sem. Os que estavam com a Bíblia conseguiam defender-se, mas os demais, não.

No mesmo lugar havia homens armados que chegavam até esses cristãos e faziam pressão psicológica, perguntando, "Vocês são cristãos?" Quando alguns respondiam que sim, esses mesmos homens diziam: "Então porque vocês passam por esse sofrimento?" Muitos cristãos, nesse momento, iam negando a sua fé, recuavam e morriam, sendo fuzilados. Outros mantinham a convicção até mesmo no deserto, Deus era com eles.

Quando acordei fiquei muito aflita e fui pesquisar sobre esse nome “Neguebe”, e descobri que se trata de um deserto localizado ao Sul da Palestina, e citado por Davi no Salmo 126: “Restaura, Senhor, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe”.

Segundo minhas pesquisas a seguir, aprendi que o Neguebe é um lugar árido, muito seco, um grande deserto, mas que durante os meses de outubro a abril (a estação das chuvas) recebia um fenômeno natural e espantoso: as chuvas fortes em regiões distantes faziam correr dos montes uma enorme quantidade de águas e estas águas iam aos poucos formando riachos que regavam o deserto, oferecendo vida em abundância.  A terra seca se transformava em belos campos floridos, a vegetação se enchia de vida, sendo que o vale e os animais voltavam a povoar a paisagem antes estéril e desértica. Davi conhecia muito bem a região, pois foi para esse lugar que ele se fugiu do rei Saul.

O que eu concluí com o sonho foi que é importante que passemos pelo deserto, pois é ali Deus nos molda. Dói passar pelo deserto, mas ele tem uma importância tão grande para nós cristãos, que o diabo tentou Jesus justamente num deserto.

Atualmente muitos estão adormecidos na fé, a comunhão não passa de um ritual, não se aprofundam no amor de Deus. Mas Deus quer que sejamos verdadeiros. Ele sonda nossos corações, sabe de tudo que necessitamos, e não devemos procurá-Lo somente para que Ele supra nossas necessidades. Ele quer ser o Senhor da nossa vida e não um consórcio que nos contemple com bens materiais. É tempo de restaurar! Ele quer que voltemos ao primeiro amor.

Amigos, não importa a tribulação que estejamos vivendo, não importa o tamanho desse deserto, pois Deus vai restaurar a nossa situação. O momento é de restaurar: Sonhos, fé e, acima de tudo, a nossa comunhão com o Senhor. Não recue! Que possamos ousar como Davi e ver as mãos do Senhor restaurando nossa vida!

 

"Quando o Senhor Deus trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cânticos; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o Senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres. Restaura, Senhor, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe. Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos". (Salmos 126:1-6)

 

                                           As torrentes do Neguebe

 

AUTOR DESCONHECIDO

Por: AUTOR DESCONHECIDO

Publicado em 03/08/2017

Todos os direitos reservados ©elevados.com.br 2013 - 2017