Hoje, a tarefa de hoje

 

HOJE, A TAREFA DE HOJE

 

 

 

                  

 

 

Cerca de 90% das desgraças que tememos jamais acontecerão. Das 10% que efetivamente nos atinjam, nenhuma ocorrerá exatamente como prevíamos.

Eis, portanto, o resultado, o saldo das nossas apreensões e preocupações: um zero bem redondo. Por que, então, nos torturamos? Por que nos afligimos? Para que chorar e gemer por causa de fardos que jamais teremos que carregar?

Calma! Poupemos nossas energias! No exato momento teremos necessidade de todas as forças para acharmos e aplicarmos as soluções adequadas.

Cada coisa a seu tempo. É como dizia Jesus Cristo na “Oração do Pai Nosso”: “O pão nosso de cada dia nos dá hoje...”   Se o Senhor nos desse desde hoje o pão de amanhã, de depois de amanhã, correríamos o risco de comer pão dormido e duro. Basta a cada dia a preocupação de cada dia.

Nada nos impede, é claro, de lançar uma olhadela no futuro. Nada nos impede de considerar, rapidamente, as soluções possíveis para os possíveis problemas, mas isso, com uma condição: guardarmos para o presente a maior parte das nossas energias.

O presente é a única faixa de tempo sobre a qual temos pleno poder. Quanto ao passado, já se foi para sempre e quanto ao futuro, permanece ainda fora do nosso alcance.

Resta o presente. Este, nós podemos agir sobre ele, fazê-lo grande e belo, carregá-lo de amor a Deus e ao próximo.

Cada minuto que passa, vamos impregná-lo de caridade! Mãos à obra!

 

 

 

AUTOR DESCONHECIDO

Por: AUTOR DESCONHECIDO

Publicado em 11/09/2017

Procedência - Internet

Todos os direitos reservados ©elevados.com.br 2013 - 2017