Brevidade da vida

 

 BREVIDADE DA VIDA

 

 

Senhor, tu tens sido o nosso refúgio de geração em geração. Antes que os montes nascessem, ou que formasses a terra e o mundo, de eternidade a eternidade, Tu és Deus.  Tu reduzes o homem ao pó, dizendo: Voltai ao pó, ó filho dos homens. Pois mil anos aos teus olhos são como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite.  Tu os arrebatas no sono da morte; são como a erva que cresce de madrugada, de madrugada cresce e floresce, e à tarde corta-se e seca. Somos consumidos pela tua ira, e pelo teu furor somos angustiados.  Diante de Ti puseste as nossas iniqüidades, e os nossos pecados ocultos à luz do Teu rosto.  Todos os nossos dias vão passando na Tua indignação; acabam-se os nossos anos como um conto ligeiro.  A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam aos oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passam rapidamente, e nós voamos. Quem conhece o poder da Tua ira? Pois a Tua cólera é tão grande quanto o temor que Te é devido.  Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos coração sábio. Volta-Te para nós, ó Senhor!  Até quando?  Tem compaixão dos Teus servos. Sacia-nos de manhã com o Teu constante amor, para que nos regozijemos, e nos alegremos todos os nossos dias.  Alegra-nos pelos dias que nos afligiste, e pelos anos em que vimos o mal.  Apareça a Tua obra aos Teus servos, e a Tua glória sobre Seus filhos. Seja sobre nós a graça do Senhor, nosso Deus; confirma sobre nós a obra das nossas mãos. Sim, confirma a obra das nossas mãos. (Salmo 90)

 
 
Este texto é uma oração feita por Moisés, homem usado, vocacionado por Deus. Ele foi uma pessoa profundamente trabalhada por Deus, através de uma série de circunstâncias. Para poder se tornar o grande líder do povo hebreu, o caráter de Moisés precisava receber um aprimoramento, ser muito trabalhado por Deus.
 
Toda pessoa que pretenda ocupar cargo de liderança na Igreja, prepare-se, pois Deus não vai deixar por menos! Ele vai trabalhar a tua vida, aprimorá-la, lapidá-la, até que a natureza seja transformada. Só a partir desse ponto você estará pronto a fazer a obra de Deus, da mesma forma como aconteceu com Moisés.
 
O Salmo 90 mostra várias coisas, mas só poderemos tratar de dois pontos importantes, por causa do pouco tempo que dispomos neste momento: a transitoriedade e instabilidade da vida.
 
 
 
A TRANSITORIEDADE DA VIDA
 
 
 
Lendo o texto, vemos que a vida não tem permanência, é passageira. Por si só, isso nos faz refletir sobre o tipo de vida que estamos vivendo. Diz Moisés que a vida dura 70 anos, e que aquilo que passar disso são períodos de canseira e enfado. Alguns dizem que as pessoas não estão vivendo, mas apenas vegetando, tal o desinteresse pelas coisas, a inoperância diante das situações.
 
Muitos de nós não conseguimos atingir nem de perto essa marca de 70 anos.  E Tiago, em seu livro, diz que nossa vida pode ser cortada a qualquer momento. Jesus, por exemplo, teve Sua vida cortada aos 33 anos. Dele não puderam ser contados filhos, netos, etc.
 
 
 
Dias atrás estivemos visitando um jovem de 21 anos que está hospitalizado com um tumor maligno na cabeça. Sua vida está para ser cortada.  Conversamos com ele, falamos da idéia que a maioria dos jovens tem sobre a vida, sempre achando que têm muito tempo pela frente para pensar em coisas espirituais, em Deus.  Tudo se torna mais importante para o jovem do que Deus. Eles sempre acham que ainda têm uma vida inteira apara aproveitar, não sabendo que, às vezes, essa “vida inteira” não será tão “inteira” assim.
 
Nós falávamos coisas, e o jovem concordava tristemente. A Bíblia costuma alertar para o fato de que a vida é uma nuvem ligeira, um sopro.  O problema é que a maioria das pessoas prefere adiar o momento em que terá que se defrontar com esses assuntos.
 
Moisés, no versículo 12 do nosso texto, pede a Deus que o ajude a contar seus dias, de tal maneira que alcançasse um coração sábio. É preciso parar e fazer o mesmo, pedir sabedoria de Deus, e passar a viver nossos dias pela fé e pela Palavra.
 
 
Têm pessoas que se levantam e se deitam, como se não existisse um Deus neste mundo! É preciso viver orando a Deus, pedir Sua misericórdia, Sua companhia, Sua proteção, Sua direção para nossa breve vida.
 
 

A INSTABILIDADE DA VIDA
 
 
 
Nós podemos estar muito bem hoje, mas amanhã poderemos estar mortos! Nossa vida, além de breve, é instável, não tem garantia de continuidade! O jovem que visitamos no hospital, sentia-se normalíssimo até na semana passada, parecia que nada o poderia atingir. Não sabia ele que já era portador de um mal incurável, a ser descoberto em dias!
 
O tempo passa rápido... A vida é breve! Crianças que oramos com elas no colo, de repente as encontramos moças, moços. Às vezes os encontramos já com um filho nos braços! Os nossos cabelos vão ficando brancos... É tudo tão rápido!
 
 
Então, meus irmãos, se é assim tão rápida a nossa vida, o que estamos fazendo para vivê-la honradamente? Ou estamos vivendo como animais no pasto, que não sabem, nem pensam no amanhã? Precisamos viver de acordo com a nossa origem: Deus!
 
Tem gente por aí que acha que é descendente do macaco.  Não é de admirar que vivam como animais, aprendendo, vivendo e ensinando a outros que são produtos de uma evolução!  Nós, porém, que servimos a Deus, que sentimos dores, saudades, sonhamos, por trás da nossa lágrima existe um sentimento que Deus colocou dentro de nós, e que não existe nos macacos. Somos criaturas criadas por um Deus inteligente, criados à Sua imagem, também inteligentes, e não descendentes de um animal irracional.
 
Leia a Bíblia, seja útil para Deus! Você tem um papel a cumprir,  você tem procedência divina, você vem de Deus! Ore e peça para que Deus o aceite como participante da Sua obra!  Você veio de Deus e precisa viver para Ele!
 
Se sua vida é breve, você precisa vivê-la intensamente, precisa rapidamente ser bom filho, bom pai, bom marido, bom patrão, bom empregado!  Não espere para começar depois, pois sua vida é breve e instável. Não é você quem decide o momento das coisas!  Sua vida não lhe pertence, mas a Deus!  
 
Seja cada dia mais digno de viver neste mundo! Tenha essa convicção! Corra em direção do Senhor! Sua vida é breve e transitória.  Muitas pessoas se agarram nas coisas deste mundo, para que possam se considerar mais seguras. Põem sua confiança em coisas corruptíveis como emprego, casa, carro... Essas coisas não oferecem segurança para ninguém!  O emprego pode acabar ao primeiro anúncio de um novo Plano Econômico do governo; a fábrica, ou sua casa, podem virar cinzas num inesperado incêndio; o carro pode estar sendo roubado, no momento em que estamos lhes dizendo essas coisas, e totalmente desmontado amanhã.  Nada dessas coisas lhe pertencem de verdade, neste mundo!  Você não é nada! Suas coisas não são nada!
 
A única coisa segura neste mundo, que existe e que sempre estará à nossa disposição, é a misericórdia de Deus. Nada mais pode ser garantido por coisa alguma, nem a sua vida!  Só a Palavra de Deus permanece para sempre!
 
O apóstolo Pedro, diz pelo Espírito Santo, que “...a glória do homem é como a flor da erva: seca-se a flor, murcha-se a erva, e é pisada pelos homens. Mas a Palavra de Deus dura para sempre.” (I Pedro 1:23-25).
 
Não ponha sua confiança no dinheiro que você tem na poupança, nem nos seus amigos, nem nos seus bens! Confie só no Senhor!  Se você se voltar para Deus, sua vida vai se encher de sentido; o amor que você vai sentir ficará em você para sempre!  
 
Quando amarmos como Jesus amou, esse amor permanecerá. Segundo a Bíblia, o amor tudo espera, tudo suporta (I Coríntios 13:7-8).  Ele não acaba! E Deus incorporará em você valores permanentes.  Depositando sua fé em Deus, as coisas que você tem passarão a ter mais segurança, pois Deus passará a guardar você e tudo que pertença a você!  Sem Deus, essas coisas se acabarão, não terão segurança.
 
 
 
AUTOR
Pr. Bartolomeu Severino de Andrade
 
 
 
 
Esta pregação aconteceu em 27/11/1992, tendo por local a Igreja ADI, em Tubarão/SC. Os trabalhos de gravação, formatação e edição foram produzidos por Walmir Damiani Corrêa  —  www.elevados.com.br
 

 

Por: Bartolomeu de Andrade

Publicado em 05/04/2014

Procedência - www.elevados.com.br

Todos os direitos reservados ©elevados.com.br 2013 - 2022