Mundanismo na igreja: o que vem a ser isso?

 

MUNDANISMO NA IGREJA:

O QUE VEM A SER ISSO?

 

Este tema está ocupando um espaço bastante grande no meio da família evangélica da atualidade, inclusive entre os jovens, nas redes sociais, o que pode parecer estranho. 

Diante da discussão suscitada por uma jovem da minha igreja, interessada em ouvir opiniões a respeito, resolvi participar e registrar minha opinião a respeito desse assunto, conforme transcrevo abaixo:

 

Já ouvi várias pregações sobre este assunto que sempre me passaram uma visão totalmente distorcida da verdadeira. Todas as vezes que citavam este assunto, sobravam críticas pra tudo quanto era lado (nada contra as críticas), mas o problema era que as críticas tinham quase sempre o endereço errado.

Quando os pregadores abordavam este assunto, eles sempre diziam ou relacionavam à questão do mundanismo às modas, ou melhor, às questões culturais. Eu ainda lembro das irmãs que gostavam de se maquiar (como eu) ou vestir uma roupa que fugia dos padrões eclesiásticos, e daquelas que gostavam de novela cotidiana (não gosto), dos homens que gostavam de futebol, de tomar um vinho, sem falar em outras coisas, como ir à praia e passear. Era interessante como os pregadores tinham assuntos para preparar uma pregação, falando só nisso! Eles focavam "apenas" nestas coisas e em nada mais.

Pra quem não tinha conhecimento, era um prato cheio, o povo (mais tradicional) vibrava, dava glórias a Deus, diziam "manda mais Jesus!" Era um verdadeiro carnaval gospel recheado pela ignorância do assunto E o pior disso tudo eram os desafios feitos a Satanás, quando os pregadores afirmavam que Deus não iria deixar o mundanismo entrar na igreja.

“Eita tempos difíceis!” Foi quando eu passei a perceber que os próprios pregadores consagrados estavam prestando um serviço a o diabo, dando as informações erradas sobre o assunto do mundanismo, fato que só fortalecia a ação do diabo dentro das igrejas. 

O que me deixa preocupada, hoje ainda, é que isso continua acontecendo em nossas igrejas, o povo sendo levado a uma santificação que não é regida pela Palavra de Deus, mas por regimentos internos de instituições que, na maioria das vezes, estão acima daquilo que a Sagrada Escritura ensina.

Quero aqui, através deste comentário, manifestar minha indignação e tentar esclarecer o que de fato vem ser o mundanismo do qual precisamos nos privar. Vamos lá:

1) Mundanismo é desobedecer à palavra de Deus: Um exemplo? A mulher deve se trajar com decência;

2) Mundanismo é não amar o próximo:  Não ajudar ao necessitado de tudo;

3) Mundanismo é levantar contendas entre os irmãos: Onde fica aquele ensino de que precisamos ser “um só”?;

4) Mundanismo é idolatrar homens: isso acontece quando transformamos nossos pastores-estrelas, nos cantores em “artistas”;

5) Mundanismo é todo tipo de divisão promovida entre os irmãos: São as chamadas “panelas” que se digladiam dentro da igreja;

6) Mundanismo é ser político com os nossos líderes eclesiásticos: É quando aceitamos seus erros, ao invés de adverti-los;

7) Mundanismo é não ter Jesus como Salvador: Ao contrário, procura-se líderes que prometem riquezas, prosperidade financeira;

8) Mundanismo é usar o evangelho para se auto beneficiar: Nós precisamos do nosso Criador e não Ele de nós;

9) Mundanismo é não se reconhecer um simples pecador contumaz: Ou seja, quando passamos a nos conformar com a prática do pecado.

Encerro minhas palavras dizendo que, enquanto fechamos a janela para esse mundanismo, ele está entrando pelas portas e com livre acesso.

                                                   AUTORA

                                         Sidnéia de Souza Corrêa

 

Por: Sidnéia de Souza Corrêa

Publicado em 08/12/2016

Procedência - Redes Sociais

Todos os direitos reservados ©elevados.com.br 2013 - 2021