O rei do Baião

 

O  REI DO BAIÃO

 

 

Morreu Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, que com sua sanfona alegrou tanta gente. Partiu no dia 2 de agosto de 1989, bem cedinho, às 5 horas da manhã.

Era famoso no Brasil inteiro, e algumas cidades do exterior tiveram a feliz oportunidade de ouvir a sua sanfona e sua voz inconfundível. Luiz Gonzaga ficou famoso com a música “Asa Branca” (...quando olhei a terra ardendo, qual fogueira de São João...) que você ouviu e cantou muitas vezes.

O Brasil todo amava o “Velho Lua”, como era chamado. Era um “cara legal”, como dizem, um homem muito religioso, apegado ao Padre Cicero e foi enterrado em sua cidade natal, Exu, no interior do Nordeste.

Por falar em religião, você que está lendo este folheto deve ter a sua. O brasileiro, de uma forma geral, é ligado em alguma religião. Só que a maioria não sabe que a palavra “religião” quer dizer RE-LIGAR. Isso mesmo. Ora, se eu vou religar, quer dizer que eu vou tornar a ligar alguma coisa, não é mesmo? E se eu vou religar é porque está desligado. Afinal, quem está desligado de quem? Peço a você que continue “ligado” nessa leitura até o final. Quero falar um pouco sobre esse negócio de estar ligado e desligado.

Quando Deus criou o mundo, Ele e Adão viviam ligados pelo famoso laço da amizade. Era tudo muito legal, era uma amizade sincera, muita natureza, até que o tal de Adão resolveu desobedecer a Deus, comendo o fruto daquela famosa árvore. Pronto... A partir desse instante, o homem se desligou de Deus. Tanto ele se desligou, que fugiu da presença de Deus, se escondendo. 

Que papelão! E o pior é que até hoje as pessoas quando nascem, estão separadas de Deus, isto é, desligadas por causa da desobediência, da “mancada” cometida por Adão.

Mas aí apareceu Jesus Cristo e não foi por acaso que Jesus veio ao mundo. Não. Jesus é o fio que pode religar o homem a Deus. Ele veio por isso e para isso, para levar o pecador até Deus. Jesus mesmo disse: “Eu sou o caminho [...] e ninguém vem ao Pai a não ser por mim.”  Sabe o que isso quer dizer? Que Jesus é a religião, na essência da palavra. Só mesmo este caminho pode conduzir o homem a Deus, porque ele é o Único.

Você pode ser uma pessoa religiosa, boazinha, fazer tudo certinho, mas para chegar até Deus é preciso entrar no Único Caminho, que é Jesus. A pessoa que te entregou este folheto, o fez com esta intenção. Mostrar a você que Jesus é o Caminho para o céu, para Deus, para a paz e para a felicidade verdadeira.

Não queremos entrar no mérito da sua religião, pois dizem por aí que “religião, futebol e política não se discute”. Mas queremos anunciar para você que Jesus é a religião. Foi o próprio Deus quem mandou Jesus ao mundo para te buscar. Leia João 3:16. Ele veio para buscar e salvar o que se havia perdido, isto é, o que havia se desligado de Deus por causa do pecado.

Vamos, entre nessa, entre nesse Caminho, cujo fim é o céu! Ele é estreito, mas tem um final feliz. Os outros caminhos são largos, espaçosos, folgados, mas conduzem para onde? Talvez você nem saiba. Há outros caminhos que parecem certos, aos olhos humanos, mas o fim desses caminhos é a morte.

Que tal experimentar o Caminho chamado Jesus? Você só tem a ganhar. Dê o primeiro passo, e diga para Deus: “Oh, Deus, eu sei que estou desligado do Senhor por causa do pecado, mas neste momento eu peço que me perdoe e que Jesus seja, a partir de agora, o meu Caminho para o Céu. Amém!”

Vamos com Jesus! A partir daí a sua vida passa a ter um endereço certo: o céu. Continue, leia a Bíblia, converse sempre com Deus. Una-se às pessoas que também tomaram essa decisão, entrando neste Caminho. Deus te abençoe!

 

AUTOR

Maurão & Equipe

Folheto Evangelístico dos Anos 80

 

Por: AUTOR DESCONHECIDO

Publicado em 28/06/2017

Procedência - Maurão & equipe

Todos os direitos reservados ©elevados.com.br 2013 - 2021