John Wesley

 

PENSAMENTOS DE 

JOHN WESLEY

 

 

JOHN WESLEY nasceu em Epworth em 28/06/1703 e faleceu em Londres em 02/03/1791. Foi um clérigo anglicano e teólogo cristão, líder e precursor do Movimento Metodista, transformando-se historicamente no maior avivacionista da Grã-Bretanha

A sociedade inglesa vivia momentos conturbados pela Revolução Industrial e o crescente número de desempregados, uma mescla de mendigos itinerantes, políticos corruptos, reinando o vício e a violência. O Cristianismo estava definhando, em meio à degeneração moral.
 
Criado entre 15 irmãos e filho de um ministro anglicano. John Wesley não se conformava com a decadência do cristianismo, recebendo maior educação da mãe Susanna, pois seu pai era muito ausente dos compromissos familiares. Ela educou os filhos com rigidez, disciplina de horários, tempo para conversar, estudar e orar.
 
John foi alfabetizado por sua mãe aos cinco anos de idade, tendo como “cartilha” o livro de Salmos. Aos 17 anos foi para a Universidade de Oxford, nunca abandonando o hábito de meditação na Palavra e oração. Graças ao método exigente herdado, John o implantou no seu grupo de estudo e oração e esse grupo passou a ser conhecido como os “Metodistas”. Tornou-se o maior missionário. 
 
 
 
 
Diga-me como pode haver três velas neste recinto e apenas uma luz e então eu lhe explicarei a Trindade.
 
 
Ponha fogo no seu sermão, ou ponha seu sermão no fogo.
 
 
Dê-me cem homens que a nada temam mais que o pecado e a nada mais desejem senão a Deus, e não me importará se eles são clérigos ou leigos. Garanto que eles sacudirão as portas do inferno e edificarão o Reino de Deus sobre a Terra. 
 
 
A conversão tira o cristão do mundo. A santificação tira o mundo do cristão. 
 
 
Tua única tarefa na Terra é esta: salvar almas. 
 
 
Por que toda vida eu faço as mesmas coisas e cometo os mesmos erros, se sei que estes erros vão me deixar mal? 
 
 
Você precisa confiar apenas na Palavra de Deus. Não confie na sua própria sabedoria, nem na de outras pessoas.
 
 
Considero o mundo inteiro como a minha paróquia.
 
 
Eu creio que a santificação seja a vida de Deus na alma do homem, uma coparticipação da natureza divina (2 Pe 1.14), o sentimento que houve em Cristo (Fp 2.5), ou a renovação do nosso coração segundo a imagem daquele que nos criou (Cl 3.10)
 
 
Todo cristão deve estar pronto para morrer, ou para pregar.
 
 
Cuidado para não ser tragado pelos livros! Uma grama de amor vale mais que um quilo de conhecimento.
 
 
Todo o conhecimento que você deseja ter está em um único livro: a Bíblia.
 
 
Levanto pela manhã e presto continência para o Capitão de minha salvação, e pergunto quais são as ordens para hoje.
 
 
Uma pessoa pode ir à igreja duas vezes por dia, participar da ceia do Senhor, orar em particular o máximo que puder, assistir a todos os cultos e ouvir muitos sermões, ler todos os livros que existem sobre Cristo. Mas ainda assim tem que nascer de novo.
 
 
Embora não possamos pensar do mesmo modo, não podemos amar de maneira igual? Não podemos ter um só coração, ainda que não tenhamos uma opinião só?
 
 
Qualquer que seja a causa natural, o pecado é a verdadeira causa de todos os terremotos.
 
 
Eu me coloco em chamas, e o povo vem para me ver queimar.
 
 
Não me preocupo com o que pode acontecer daqui a cem anos. Aquele que governava o mundo antes de eu nascer cuidará disso igualmente, quando eu estiver morto. A minha parte é melhorar o momento presente.
 
 
Busquem a felicidade em Cristo e só n’Ele. Cuidem-se de não se apegar ao pó. Essa terra não é o destino de vocês.
 
 
O que quer que o homem possa fazer pela sua salvação não é a causa, mas o efeito da graça.
 
 
Deus é o gerador e causador de todo bem que está no homem ou é praticado por ele. 
 
 
Nós podemos levantar uma geração que saiba cantar, tocar, dançar e pregar muito bem; porém, se não conseguirmos levantar uma geração que saiba orar, seremos um povo sem a presença de Deus.
 
 
Sem o Espírito de Deus não conseguimos fazer nada, a não ser aumentar o número de pecados no mundo.
 
 
A fé cristã é não só o entendimento do Evangelho de Cristo, mas também a plena confiança no sangue de Cristo.
 
 
Faça todo o bem que puder, por todos os meios que puder, de todas as maneiras que puder, em todos os lugares que puder, para todas as pessoas que puder, por todo o tempo que puder.
 
 
No coração de todo filho do homem há um fundo inexaurível de maldade e injustiça, enraizado de forma tão profunda e firme na alma que nada, a não ser a graça toda, poderosa, pode curar.
 
 
A autêntica experiência de salvação é transformadora. Ou ela impacta a orientação total da vida ou não é autêntica. 
 
 

Por: elevados.com.br

Publicado em 28/09/2021

Procedência - www.elevados.comn.br

Todos os direitos reservados ©elevados.com.br 2013 - 2021