Russel Shedd

 PENSAMENTOS DE

RUSSELL SHEDD

 

 

RUSSELL PHILLIP SHEDD nasceu em Alquile, Bolívia, em 10/11/1929, onde seus pais eram missionários entre os índios. Completou seus estudos nos Estados Unidos, graduando-se em Teologia pela Universidade Wheaton. Diplomou-se em Ph.D. pela Universidade de Edimburgh, na Escócia, transformando-se depois num missionário batista.

Transferiu-se para o Brasil em 1962 onde fundou as Edições Vida Nova, e lançou a Bíblia Shedd. Passou o resto de sua vida como conferencista, até os 87 anos, quando faleceu em 26/11/2016 na cidade de São Paulo.

O sentimento de perda foi muito grande, pois de certa maneira, é como se ele pertencesse a todas as igrejas e grupos por onde passou, ensinando a Bíblia. 

 

Avivamento espiritual é uma intervenção de Deus no meio de uma sociedade, provocando um movimento de volta à comunhão com Ele. É caracterizado por um retorno ao temor de Deus, seguido de confissão de pecados, conserto nos relacionamentos e restituições. Resumindo, é uma volta para Deus. 

 

Ao escolher um texto para pregar, saiba que os limites do texto devem ser naturais, podendo ser um parágrafo, um ditado, uma seção, uma parábola ou um livro inteiro. 

 

Não é tolo aquele que larga o que não pode segurar, para segurar o que não pode perder.

 

A responsabilidade do ministério é anunciar Cristo, advertir contra o erro moral e doutrinário, ensinar toda a vontade de Deus, e preparar todo homem para ser apresentado perante Deus.

 

Avivamento tem suas raízes no arrependimento. Onde não há arrependimento, não haverá avivamento.

 

Se o esforço humano tivesse conseguisse produzir santidade, então Jesus Cristo teria morrido em vão.

 

A gente tem problemas, mas não sabe que a Bíblia tem a solução. A questão é que não basta ler, mas seguir.

 

A principal característica do avivamento é a convicção de que somos pecadores.

 

Triunfo não é ausência de batalhas. Muitas vezes os soldados voltam da batalha sem braço, pernas ou com seus olhos furados, mas voltam em triunfo. As marcas do ministério ficarão em seus corpos, no coração e na alma. No grande dia do Senhor, o Grande General passará em revista as tropas. Estaremos lá, feridos, marcados, nabos, sangrando, mas finalmente estaremos lá. 

 

Os heróis são famosos, mas os santos são anônimos.

 

O cristão deve esperar no Senhor, viver vida reta, estudar as Escrituras e crescer em Cristo.

 

Quem é sábio sacrifica-se por valores eternos. O néscio, pelo prazer de alguns momentos passageiros, perde tudo que vale a pena possuir.

 

Obediência sem amor é servil. Amor sem obediência é irreal. 

 

Nunca fale do amor de Deus sem falar de Sua justiça.

 

O legalismo ofende a justiça de Deus porque julga os irmãos segundo um código moral humano e não em termos de uma comunhão com Cristo.

 

No céu, iremos teremos eternamente os breves momentos de felicidade que só experimentamos aqui neste mundo. 

 

A verdade é que os santos da história oravam por horas que pareciam minutos, enquanto nós oramos por minutos que parecem horas.

 

A morte para muitos é o fim, mas para nós, cristãos, é a volta pra casa.

 

Se você salvou a si mesmo,  pode decidir não ser mais salvo. Por outro lado, se foi Deus quem o salvou, você vai continuar salvo porque Deus não muda de plano.

 

Muitos homens religiosos gastam duas vezes mais esforço para chegar ao inferno do que seria necessário para alcançar ao céu. 

 

Haverá três efeitos de estar próximo a Jesus: humildade, felicidade e santidade.

 

 

Por: elevados.com.br

Publicado em 28/09/2021

Todos os direitos reservados ©elevados.com.br 2013 - 2021